Reco Reco

Abril 7, 2008

O reco-reco é um instrumento idiófono que produz som por raspagem. A forma mais comum é constituída por uma parte de cana de bambu ou uma pequena ripa de madeira com talhos transversais. A raspagem de um pauzinho sobre os talhos produz o som. O pauzinho que faz a raspagem também é chamado de raspador, caracaxá ou querequexé. O reco-reco é encontrado em manifestações de cultura popular, em especial no samba e também na música erudita, e temos como exemplo a sua utilização nas obras do compositor brasileiro Cláudio Santoro.

Outra modalidade é o amelê baiano, constituído de uma pequena caixa de madeira com uma mola de aço estendida

Texto retirado da «Wikipedia»

Marco Barbosa, G5


A Tuba

Março 3, 2008

 

tuba.jpg

A Tuba é um instrumento musical de sopro da família dos metais e consiste num tubo cilíndrico recurvado sobre si mesmo e que termina numa campânula em forma de sino. Logo depois do seu aparecimento, na primeira metade do século XIX, começou a ser um instrumento muito popular em especial nas pequenas bandas de metais da Grã-Bretanha.

Hoje, as Tubas podem ser encontradas nas mais diferentes formas, combinações e afinações. Os tipos de Tubas mais conhecidos são:

Tuba de marcha, com a tubagem horizontal, parecida com a tubagem de um trompete. É colocada sobre o ombro esquerdo do executante, e foi concebida para facilitar o transporte em marchas; Tuba Helicon, são tubas com forma circular, com a campânula orientada para a frente envolvendo o corpo do músico, e o Sousafone, o maior dos instrumentos de sopro, é uma tuba especial que o músico ou executante apoia no ombro para que possa tocá-la enquanto anda ou marcha. Este instrumento foi idealizado por John Philip Sousa, compositor americano, mas de origem portuguesa.

Texto baseado na «Wikipédia»

Ana Ramos G4


A Zabumba

Fevereiro 11, 2008

zabumba.jpg

A Zabumba é um tambor confeccionado de pranchas de madeira coladas com veios alternados ou metal, no formato de caixas cilíndricas. Este instrumento pode ser de médias ou grandes dimensões e a sua sonoridade é grave. É tocado ou percutido por varetas, macetas ou baquetas, na superfície com uma ou duas membranas esticadas em uma das bases.. As zabumbas são muito usadas para marcar o ritmo em determinados géneros musicais. O som da zabumba é característico de todos os ritmos nordestinos do Brasil do genero forró, sendo os principais ritmos o baião, o xaxado e xote. O seu som grave marca o tempo forte da música. Marca também o contratempo devido à sua vareta chamada bacalhau, que bate na pele inferior.. A sua pele pode ser de couro ou de nylon.

Texto adaptado da «Wikipédia»

 


O Triângulo

Fevereiro 11, 2008

 

triangulo.jpg

O triângulo é um instrumento musical idiofone de percussão feito de metal e usado no folclore português e também em alguma música brasileira, como o forró. Pode também ser incluído na secção de percussão de uma orquestra ou de uma banda de musica.

Normalmente é feito de ferro ou aço, mas podem ser encontrados em alumínio. O som do instrumento é obtido por percussão, através do movimento do bastão (batedor), que bate no triângulo em sincronia com a mão que o segura e determina o som aberto (com maior sustentação) ou fechado.

Texto retirado da «Wikipédia»

Flávio, G5


O Adufe

Fevereiro 5, 2008

adufe1.jpg

O Adufe, é um instrumento musical português. É um pandeiro bimembranofone quadrangular. Foi introduzido pelos árabes na Península Ibérica entre os séculos VIII e XII.

O adufe é segurado pelos polegares de ambas as mãos e pelo indicador da mão direita, deixando deste modo os outros dedos livres para percutir o instrumento.

É executado exclusivamente por mulheres, acompanhando o canto sobretudo por ocasião das festas e romarias.

Ricardo, G7